Emoções x Dinheiro

Os desafios da gestão financeira pessoal: como é o seu modelo mental financeiro?
Dinheiro é apenas um meio, um caminho, uma ponte entre nossas vontades e as nossas realizações. Consequentemente, é fundamental sabermos qual é a relação que temos com o dinheiro. Isso mesmo, nos relacionamos com o dinheiro!
 
Desde a infância, a forma como gastamos, guardamos e, principalmente, nos sentimos sobre ter ou não ter dinheiro, constrói um modelo mental financeiro. Depois, passamos a vida reagindo a partir desse modelo, quer percebamos ou não. Somos racionais quando tomamos decisões financeiras, mas a maior influência é inconsciente, quer dizer, nem nos damos conta. Isso já foi comprovado pela neurociência, então não estamos debatendo se entramos no piloto automático e muitas vezes, não percebemos o que estamos fazendo do ponto de vista financeiro. Debatemos aqui, o que podemos fazer para perceber o mais rápido possível a influência do inconsciente e das emoções para tomarmos decisões que não nos sabotem financeiramente.
 
Dinheiro representa liberdade? Poder? Relacionamento? Segurança? Talvez um pouco de cada, mas algum desses significados prevalece em cada pessoa. E para que serve saber disso? É notório que o autoconhecimento é um dos principais elementos da inteligência emocional. Ao conhecermos mais sobre o nosso mindset financeiro, podemos evitar frustrações, insatisfações e decisões equivocadas.
 
Status, medo, necessidade de reconhecimento, ilusão de felicidade ou inveja são algumas das interferências quando o assunto é dinheiro. Isso nos aproxima ou afasta dos sonhos e das expectativas. Portanto, além de fazer o básico das finanças pessoais como anotar gastos, utilizar planilha, planejar compras e o futuro, é necessário saber o que o dinheiro representa em sua vida, quais são as marcas que carrega e de que ponto você parte ao pensar sobre esse assunto.
 
O desafio de uma gestão financeira pessoal eficaz ultrapassa os limites da utilização de ferramentas ou investimentos adequados, passa antes de tudo, pelo autoconhecimento e evitamento de autossabotagem financeira.
 
Quer saber um pouco mais sobre a sua relação com o dinheiro? CLIQUE AQUI e faça o teste!
 
Este conteúdo foi útil para você?
Sim
Não
Obrigado pela resposta.

Conteúdos relacionados