Investimentos

Artigo: Invista em educação financeira: O que ela pode nos ensinar?

Não podemos negligenciar que, culturalmente, um dos valores mais solidamente ancorados na consciência dos homens e que mais provoca paixões é o valor do dinheiro.

As conquistas e possibilidades garantidas pelo dinheiro justificam, em grande medida, a sua busca. Em contrapartida, é necessário fazer uma avaliação mais aprofundada. Segundo o filósofo Nietzsche, “não há valor que não seja uma possibilidade ou um modo de ser do homem”, isto é, o valor de algo está associado à força de motivação na sua busca do mesmo. Além disso, sofremos a influência do inconsciente – não percebida – daquilo que vivenciamos na infância.

Considerando especificamente a questão financeira, sabemos de que a forma como os pais lidam com o dinheiro, o nível de conforto, de aquisição, de privação e todos os sentimentos decorrentes dessa complexa relação determinarão como os filhos irão conquistar e gastar o dinheiro no futuro.

Falar sobre dinheiro com os jovens é uma oportunidade para incentivar um olhar crítico diante das escolhas, sobretudo, financeiras. Ajudá-los a analisar a motivação e o meio de conquista é um caminho que desenvolve o autoconhecimento e, por vezes, oportuniza uma mudança de atitude. Se o dinheiro surgiu como uma forma de pagamento em substituição ao escambo e tem como função a equivalência (serve para trocar uma quantidade x de um produto/serviço, por uma quantidade y de outro), ele também está ligado aos valores morais e éticos.

A sociedade contemporânea aprecia e cultua a imagem: julgamos e somos julgados também pela aparência. Eticamente temos consciência de que as pessoas não deveriam ser medidas pelos bens que possuem, mas, em muitos momentos, emitimos julgamentos a partir da roupa, do carro, da casa, das joias, das viagens, enfim dos símbolos que visualizamos nos outros. Felizmente, a educação financeira tem conquistado espaço nos lares, escolas e empresas, oportunizando um entendimento mais meticuloso sobre nossa relação com o dinheiro.

Este conteúdo foi útil para você?
Sim
Não
Obrigado pela resposta.